Porque Escolhi a Enfermagem?

Porque Escolhi a Enfermagem?

Eu “estou enfermeira” desde 2009, e me orgulho muito do meu trabalho. A escolha pela profissão, além das oportunidades que visualizava na época, se deu muito em função da influência familiar. Eu via minha mãe indo trabalhar feliz da vida, orgulhosa por ser técnica em enfermagem, e queria ter o mesmo prazer que ela demonstrava pela profissão.

Atualmente sou Coordenadora do curso técnico em enfermagem da Ecotec e Sócia fundadora da LIFE SAÚDE HOME CARE, uma empresa que presta serviços de saúde domiciliar. Também atuo como Enfermeira da comissão de controle de infecção hospitalar (CCIH) na Associação Evangélica Beneficente de Minas Gerais e como Membro da Câmara Técnica do Conselho Regional de Enfermagem ( Coren- MG). Ufa!

Lidar com a vida do ser humano é uma responsabilidade muito grande. Enxergá-lo por inteiro talvez seja o maior desafio. Eu admiro muito a Dra. Filó Camilo do Vale, pediatra da UTI da Santa Casa BH. Em um dos eventos que palestrou ela disse:

"O amor tem o poder de curar. Muitas vezes a doença está na alma. O paciente é um ser que necessita ser olhado por inteiro, com humanidade. Precisamos conhecer a sua história e fazer da nossa profissão um ato de servir."

Essa médica tem trazido muito à tona o debate sobre a morte. Nesse momento em que vivemos essa pandemia do coronavírus é bem apropriado refletir sobre isso. Para a pediatra debater sobre a morte é uma oportunidade de falar sobre a vida. De entender que o tempo é curto e que não devemos adiar a expressão sublime de nossos sentimentos, perdendo a chance de dizer ao outro o quanto o amamos, o que ele significa para nós, de elogiar e se fazer presente enquanto estamos juntos.

Eu já tive algumas experiências com a morte. Crianças saudáveis que por um descuido dos pais, por exemplo, caíram na piscina e morreram afogadas, em um momento de lazer no sitio da família. “Isso me faz pensar: somos tão frágeis! Lutamos tanto uns contra os outros como se fossemos inimigos! Precisamos dar valor à vida, hoje, agora!”.

Para quem quer seguir carreira na área da saúde, seja em qualquer profissão, eu elencaria alguns motivos que contribuíram para minha escolha.

  1. Satisfação pessoal: o amor pelo próximo, a possibilidade de acolher e cuidar do seu semelhante é muito gratificante!
  2. Flexibilidade: a área da enfermagem te possibilita trabalhar em diversos locais, em optar pela rede pública e privada de saúde e em se especializar no cuidado com grupos específicos, como crianças e idosos. Além disso, existem jornadas de trabalho específicas, e opções de atender as pessoas em suas casas.
  3. Empregabilidade: a área de saúde é um mercado que cresce a cada dia, no mundo todo. No Brasil não é diferente. Mesmo com as crises econômicas, a área tem demanda de profissionais capacitados.

O enfermeiro trabalha em conjunto com o médico e com outros profissionais da saúde, estando diretamente conectado aos pacientes. É ele que presta o primeiro atendimento, que orienta e que administra a medicação. Esse contato direto é altamente satisfatório, pois é do seu trabalho que depende o bem-estar dos pacientes.

  1. Remuneração: o profissional de enfermagem, como é o meu caso, é muito reconhecido pelo mercado de trabalho. É possível ser muito bem remunerado nessa área de atuação.

Esse universo me fascina, e eu diria mesmo que não fui eu quem escolhi a enfermagem, e sim a enfermagem que me escolheu. Através dela posso expressar o meu cuidado e amor ao próximo. Aprendo muito com a dor do outro e valorizo as coisas mais simples, como poder comer algo e engolir, andar, respirar, sorrir, sentir o afago gostoso de quem amamos...

Por isso escolhi a Enfermagem, e mesmo me deparando com desafios enormes, sou feliz, sou grata!

SUZANA RODRIGUES GOMES
SUZANA RODRIGUES GOMESEnfermeira – Coordenadora do Curso Técnico em Enfermagem da Ecotec

Vamos Conversar?

Categoria: